Ponto Cartesiano
05 Dez 2017 - 09h38m

Bingo!!! Governo não veta aumento de meio bilhão de despesas criado por deputados na LDO. Sugere um puxadinho para atender deputados!!!

O secretário de Planejamento, David Torres, sinalizou ao Jornal do Tocantins desta terça (em reportagem da jornalista Aline Sêne) que o governo deve propor aos deputados que o crescimento de 4,5%¨colocado na LDO pelos parlamentares, seja feito por intermédio de crédito suplementar.

Há aí duas deduções lógicas e básicas: os deputados elevaram o orçamento (e por consequente as despesas) ao contrário da confusão retórica do Legislativo de que não o tivesse fazendo e sim apenas elevando a projeção de crescimento da economia. Como se uma coisa não fosse efeito de que a outra fosse a causa.

Estimativa de secretários do governo (que lidam com a questão orçamentária e fiscal) é de que essa canetada aí eleva as despesas do governo em meio bilhão de reais em 2018, comparado a 2017. Num Estado que precisa, indiscutivelmente, fazer corte de despesas.

A outra dedução é a de que governo, convenientemente, aceitou a alteração da LDO que mandou para o Legislativo aumentando suas receitas/despesas, contra os estudos de seus próprios técnicos do planejamento/fazenda. Poderia, constitucionalmente, vetá-la.

Digo convenientemente porque é o Executivo que executa o orçamento impulsionado por  sua vontade política discricionária. Estava amarrado porque o processo eleitoral o empurrava a não aumentar despesas tão descaradamente em função do déficit fiscal e da inadimplência. Os deputados autorizaram-no, portanto, a gastar mais meio bilhão do que esperava ter.

Deixe seu comentário:

© 2015 - luizarmando.com.br - Todos os direitos reservados.