Ponto Cartesiano
22 Jan 2018 - 08h55m

Mourão diz ter o apoio de Lula para disputar governo e é chamado pela direção nacional do PT para julgamento do ex-presidente

O deputado estadual Paulo Mourão, pré-candidato do PT ao governo do Estado, participa na quarta,24, do julgamento do ex-presidente Lula, em Porto Alegre. Na quinta, 25, Mourão vai ao lançamento da pré-candidatura de Lula à presidência, na sede da CUT.

Em conversa com este blog na manhã desta segunda, Mourão disse que já teria acertado com o ex-presidente Lula a estratégia de campanha. O deputado disse que a preocupação é desenvolver uma campanha sem prejuízo ao palanque da candidatura do ex-presidente.

“Já temos um diálogo com o ex-presidente Lula neste sentido, ele nos pediu cautela para não criarmos conflitos, precisamos de um palanque forte”, disse Mourão. Para o deputado, a candidatura do PT não tem volta. “O nosso momento é este, o partido já sabe disso, me convidaram para o lançamento da campanha do ex-presidente como candidato do PT no nosso Estado”.

Para o deputado, o PT vai para a campanha com propostas e projetos. “Se não conseguirmos apoio de partidos aliados hoje, não fecharemos portas para o segundo turno”. Para Mourão, há corrente minoritária no partido querendo justamente isso: dividir o partido e afastá-lo de possíveis aliados. “É um jogo onde nós não entraremos”.

Paulo adiantou a este blog que já na próxima sexta, 26, iniciará, na prática, a pré-campanha, com reuniões para discussão de estratégias e definição de agenda nos municípios.

Deixe seu comentário:

1 Comentário(s)

  • Edilson gonçalves da Silva | 22/01/2018 | 09:20O cidadão ser apoiado pelo lula, é o mesmo que ser apoiado pelo temer, começou bem esse aí, bem mal.
© 2015 - luizarmando.com.br - Todos os direitos reservados.