Ponto Cartesiano
06 Ago 2018 - 14h14m

Amastha, como D. Maria I, a Louca, renuncia à candidatura um dia após confirmá-la em convenção com dois senadores postulando uma reeleição.

O ex-prefeito Carlos Amastha teria desistido da candidatura ao governo. O senador Vicentinho Alves informou agora a pouco a este blog que recebeu uma lacônica mensagem de Amastha desistindo da candidatura. E ainda estava sem acreditar.

Amastha pode estar fazendo jogo. Ou não. De qualquer forma empurra para o precipício duas candidaturas ao Senado: Ataides de Oliveira de Vicentinho Alves já que a chapas e grupos estariam formados.

Não haveria, evidentemente, outro termo que não irresponsabilidade a decisão do ex-prefeito, um dia após as convenções. Caso confirmada e não retomada.

Mas não é somente a chapa majoritária que a decisão prejudica. Também aos candidatos a deputado federal e estadual que, agora, ficam sem cabeça de chapa.

E olha que era uma candidatura colocada por Amastha desde o ano passado, quando marcou dia hora de desincompatibilizar-se.

Com a decisão (caso mantida), o ex-prefeito estaria enterrando também o seu projeto político. Já que, daqui para frente, não será levado a sério quando dizer-se candidato. Ou que queira ajudar à população do Estado.

A situação é tão inusitada que não prevê nem mesmo especulações sobre os motivos. Se fosse questão judicial, pior ainda porque com mandato poderia retomar a prerrogativa de foro que perdeu quando renunciou à prefeitura.

Resta a Vicente, Ataídes e aos candidatos proporcionais, buscarem uma chapa avulsa. Sem candidato ao governo.

Amastha, como se nota, quando não dá o seu showzinho na entrada, o faz na saída.

Deixe seu comentário:

2 Comentário(s)

  • Edilson Gonçalves da Silva | 06/08/2018 | 19:45Depois dessa decisão teratológica, vamos ver o que o senhor Amastha ainda é capaz de apresentar no cenário político. Vou de Carlesse 31.
  • REGINA REIS | 06/08/2018 | 14:42Será o efeito MAMONAS essa desistência? Será?
© 2015 - luizarmando.com.br - Todos os direitos reservados.