Ponto Cartesiano
13 Mar 2018 - 09h06m

Amastha reajustou também a taxa de coleta de lixo em cerca de 70% e taxa de iluminação pública em cerca de 42%. Contra inflação anual de 2,9%

A discussão sobre o reajuste escorchante do IPTU na Capital (suspenso liminarmente por decisão unânime do Tribunal de Justiça) encobriu, certamente, outro elemento do pacote de maldades da Prefeitura de Palmas contra o morador da cidade. Tudo aprovado pelos vereadores.

No pacote, a prefeitura reajustou também a taxa de coleta de lixo em cerca de 70% quando a inflação no período não passou de 2,95%

A prefeitura também mandou para o contribuinte pagar uma taxa de contribuição de iluminação pública 42% superior ao valor cobrado em 2017.

Valores que já estão sendo cobrados junto com o boleto do IPTU.

A saída, conforme disse o tributarista Adriano Guinzeli ao blog na manhã desta terça, é o contribuinte procurar a Justiça para reverter o reajuste que contraria vários princípios tributários, dentre eles o da razoabilidade.

Deixe seu comentário:

2 Comentário(s)

  • Adriana | 13/03/2018 | 15:58Concedeu isenção fiscal aos empresários, em detrimento desses aumentos de impostos á população de Palmas. A velha falácia de geração de impostos. O atual Governador, quando assumiu o Executivo Estadual, uma das suas primeiras medidas, juntamente com os deputados , foram os aumentos de impostos. Um país em que o desemprego continua alto, perda de compra do trabalhador devido ao achatamento da renda, aumento do emprego informal, salário mínimo reajustado abaixo da inflação(1,81%), o que aumentou, e muito, a desigualdade social. O que dizer sobre os atuais governantes que só pensam no bem estar deles mesmos? Portanto, devem-se pensar bastante em quem votar nessa eleição . "RENOVAR PARA DEVOLVER O PODER A SOCIEDADE."
  • ruan Douglas | 13/03/2018 | 09:19Aumenta taxas inclusive de lixo e iluminação pública, Os lixeiros qdo vão pegar os lixos nas lixeiras deixam a maior bagunça, rasgam as sacolas e os sacos jogando de qualquer jeito, deixando uma sujeirada na rua, na iluminação pública, cobram-se autos valores e a cidade na sua maioria escura, nas Arnos nem se fala, postes sem luzes, até da rotatoria do cesamar, na entrada da 51 até a igreja São José na 62, há vários postes apagados, e fazem meses que estão assim, so iluminam parte da avenida do cesamar onde estão enfeitando para a páscoa. maquiam somente oe centro e o restante as escuras. Um absurdo.
© 2015 - luizarmando.com.br - Todos os direitos reservados.