Ponto Cartesiano
17 Mai 2018 - 06h40m

Esse Gilmar Mendes !!! Nega liminar de Marcelo e critica eleição suplementar. Vai entender essa sua particularíssima compreensão da Constituição

Leio no Jornal do Tocantins que o ministro Gilmar Mendes, do STF, negou a liminar impetrada por Marcelo Miranda para retornar ao cargo. Uma decisão, creio, prudente. E já a havia antecipado aqui: o retorno de MM seria mais prejudicial que favorável ao Estado diante de uma eleição suplementar em andamento, muito bem conduzida pelo Tribunal Regional Eleitoral.

O Ministro, para não variar, criticou a realização de eleições suplementares às vésperas da eleição direta. Como é notório, o ministro responsável pela aplicação da Constituição está criticando a Constituição e a própria decisão do STF de decidir neste sentido acatando a Reforma Política aprovada pelo Congresso. E que não poderia ser diferente: juízes não podem mudar a lei. Só parlamentares. Eles apenas a aplicam.

E a lei determina os prazos que diferem as eleições gerais das suplementares diretas. Assim como os casos de indireta. O ministro Gilmar poderia simplesmente negar a liminar que estaria em suas mãos há duas semanas, depois de conceder uma outra liminar ao mesmo Marcelo e no mesmo processo. Mas não: para não assumir que haveria tomado uma decisão e depois a reformulado, decidiu ampliar o assunto para que se veja mais suas críticas ao sistema que seu juízo sobre o caso.

Uma brasa, mora!! Não é mesmo.

Deixe seu comentário:

2 Comentário(s)

  • ruan douglas | 18/05/2018 | 23:23Como Gilmar é amigo da de alguém do tocantins , será que não houve o dedo dela ai ? não duvido de nada desse pessoal
  • Edilson Gonçalves da Silva | 17/05/2018 | 06:50Ainda bem, pois o mais simples cogitar quanto a volta do cassado, poderia causar muito mais danos e transtornos ao Estado. Decisão surpreendente a do "liberador geral da República", já que em sua grande maioria, elas beneficiam apenas aos que o judiciário apontam como criminosos do colarinho branco. Eu fiquei com um certo sorriso no rosto, aliás, muito contente, pois até hoje pago pelas perseguições desse senhor cassado. Creio que a preocupação desse senhor, de agora em diante seja outra, que não a volta a cadeira principal do Palácio Araguaia, vide os casos de lula, eduardo cunha, gedel, palocci e tantos outros. Imaginem, se esses medalhões estão privados de suas liberdades, agora realizem quanto a políticos com quase nenhuma expressão no cenário nacional. Já vai tarde, e é mesmo como disse o nine fingers, tchau querido.
© 2015 - luizarmando.com.br - Todos os direitos reservados.